Dubai

O equilíbrio entre vida e trabalho, a localização geográfica e a crescente cultura comercial colocaram o Dubai no topo da lista para os profissionais da indústria do petróleo e gás do mundo


O Dubai é hoje a cidade de sonho para profissionais da indústria de petróleo e gás, apesar de a maioria das reservas de hidrocarboneto dos Emirados Árabes Unidos se situarem em Abu Dhabi.

Uma sondagem que contou com a participação de mais de 8 mil profissionais da indústria do petróleo e gás revelou que estes acreditam que o Dubai será a cidade com o futuro mais excitante e promissor em relação às outras grandes capitais mundiais de energia.

A sondagem colocou o Dubai à frente do centro de energia texano Houston e à frente de nove das cidades de energia mais excitantes do mundo, incluindo o Rio de Janeiro, Mumbai, Jacarta e Singapura.

O Dubai descobriu petróleo pela primeira vez em 1966 no Fateh field, uma plataforma offshore, e começou a exportá-lo em 1969. Foram também descobertos outros campos, em Falah e Rashid, assim como reservas de gás.

Atualmente o Dubai tem cerca de quatro mil milhões de barris de petróleo em reserva, mas a produção teve o seu ponto alto em 1991.

Desde então o emirado investiu os lucros da sua indústria de petróleo na criação de uma das economias mais diversificadas do Médio Oriente e de uma das cidades mais interessantes, o Dubai.

Estrategicamente, a localização geográfica do Dubai nos EAU e Golfo Árabe e a sua proximidade de mercados de energia no Médio Oriente e África é ideal para as empresas de petróleo e gás.

Com a sexta maior reserva de petróleo do mundo, os EAU possuem cerca de 8,1 por cento das reservas mundiais provadas de crude.

Os EAU exportam cerca de 2,8 milhões de barris de petróleo por dia e em 2014 a OPEP estima que o valor das exportações foi de cerca de US$107,8 mil milhões, ficando em segundo lugar apenas em relação à Arábia Saudita.

Depois do Irão e Catar, os EAU também têm as terceiras maiores reservas de gás do Médio Oriente e as quartas maiores do mundo.

Grandes firmas como por exemplo, a Shell, a Total e a Lukoil, assim como empresas de serviços como a Halliburton and Baker Hughes, têm escritórios no Dubai que lhes permitem operar regionalmente e gozar da estabilidade e prosperidade da cidade.

Em diferentes níveis, incluindo estilo de vida e segurança, escolher o Dubai para viver é algo que faz sentido para profissionais na área energética e em outros setores.

Mas é também a diversidade cultural e a facilidade de vida geral — os seus restaurantes, hotéis, locais turísticos e energias multiculturais -- que atraem a mão-de-obra do setor de energia.

Um porta-voz da Rigzone disse, “o equilíbrio entre vida e trabalho continua a ser um tema predominante.  Os profissionais do setor de energia sabem que têm de dedicar muito do seu tempo à profissão, mas também sabem que serão recompensados com muitas oportunidades para tirarem férias prolongadas”. 

“Adicione a isso compensações mais altas do que a média e os profissionais do setor de energia terão tempo e meios para desfrutar as culturas diversas e ricas de alguns dos locais mais exóticos do mundo.”

Para além de ser um grande foco do setor de energia na segunda maior economia do Médio Oriente, o Dubai tem infraestruturas formidáveis, um setor de serviços financeiros altamente desenvolvido e uma abordagem relativamente ao crescimento económico que.

O Porto de Jebel Ali é o mais eficiente do mundo, enquanto que o Aeroporto Internacional do Dubai é hoje em dia o mais ativo do mundo, ultrapassando o aeroporto de Heathrow em Londres no que diz respeito ao número de passageiros.

Juntos permitem que as firmas de petróleo e gás façam a gestão da sua logística eficientemente e transportem os seus empregados por toda a região eficientemente.

A cultura vantajosa ao negócio do Dubai é também um fator que atrai o talento.

Não existem impostos sobre o rendimento corporativo ou pessoal, as Zonas Francas oferecem direitos plenos de repatriação de capital e lucros e o sistema aberto de imigração proporciona um fluxo estável de talento.

De acordo com o Índice Competitivo de Talento Global, os EAU estão classificados em primeiro lugar na região do Médio Oriente e do Norte de África, especialmente pela sua capacidade de atrair trabalhadores estrangeiros talentosos. De entre as 93 nações mundiais, os EAU estão classificados em 22º.

Os profissionais do setor de energia são um microcosmo da mão-de-obra complexa e internacional do emirado, mas a força de atração do estilo de vida e da cultura vantajosa de negócios do Dubai aplica-se de igual forma a todos os setores da sua diversificada economia.

Também é capaz de gostar
Souk de ouro do Dubai
Tudo o que reluz
Tesouros do souk de ouro do Dubai
Dubai Street Style Tips
Dicas de Estilo Urbano no Dubai
Como fazer os Deuses do Estilo Sorrirem
Compras de Luxo no Dubai
Compras de Luxo no Dubai
Compras com um toque extra
Comprar acessórios
Os mínimos detalhes
Onde encontrar acessórios exclusivos
Guia C.Comerciais
Centros Comerciais do Dubai
Bem-vindo à metrópole de centros comerciais