Isto agora pertence às suas Escolhas Principais!

Inicie sessão ou crie uma conta para guardar os seus favoritos e receber recomendações personalizadas.

Iniciar sessãoRegistar-te

Porquê investir no Dubai

O Dubai é um centro financeiro mundial com o setor bancário líder da MEASA e suporte para soluções progressivas de fintech, IA e blockchain, tornando a cidade um íman para investimentos do setor.

Saltar para a secção

Dubai: um mundo de oportunidades

O Dubai oferece inúmeras oportunidades para quem deseja investir. A região do Médio Oriente, África e Sul da Ásia (MEASA) é o lar de mais de três mil milhões de pessoas, com conectividade móvel cada vez maior e níveis crescentes de comércio e investimento. A MEASA está a exigir serviços financeiros cada vez mais abrangentes e sofisticados, o que representa uma oportunidade para empresas inovadoras no setor financeiro.

À medida que o comércio e o investimento aumentam, também haverá um mercado crescente para bancos de venda a grosso e mercados de capitais. Isso reforça o lugar do Dubai no mapa como o centro de facto entre todos os principais mercados da região, e é por isso que mais de 350 mil milhões de USD em fluxos comerciais passam por Dubai todos os anos.

Uma grande proporção da população permanece sem banco e o potencial para produtos fintech é vasto. Com o crescimento contínuo, o banco de venda a grosso e os mercados de capitais tornar-se-ão cada vez mais importantes e a posição do Dubai como um centro de comércio global coloca-o em primeiro lugar.

Oportunidades digitais na região MEASA
O Dubai International Finance Centre (DIFC) é o coração financeiro da região MEASA. Com um PIB combinado de 7,7 triliões de USD, a sua imensa população jovem, 40% com menos de 25 anos, oferece oportunidades de serviços financeiros digitais.

O Dubai como centro financeiro

A preencher a lacuna de fuso horário entre os principais centros financeiros de Londres e Nova Iorque, no Ocidente, e Hong Kong e Tóquio, no Oriente, o DIFC estimula os fluxos de comércio e investimento ao longo do corredor económico Sul-Sul. O Centro triplicará de tamanho até 2024 e estabelecerá um destino financeiro de classe mundial, aprofundando e ampliando o impacto para constituintes e setores globais, e investindo em inovação.

 

Garantindo o melhor da estrutura regulamentar e judicial da categoria, o DIFC é composto pela Dubai Financial Services Authority (DFSA) e pelos órgãos jurídicos dos Tribunais do Dubai, os Tribunais DIFC e dois centros de arbitragem, a filial do Dubai do Tribunal de Arbitragem Internacional de Londres (DIFC LCIA ) e o Centro de Arbitragem Internacional do Dubai (DIAC).


Um vibrante setor bancário e comercial

O DIFC hospeda 17 dos 20 maiores bancos do mundo, sete dos principais escritórios de advocacia e 13 das mais prestigiadas empresas de gestão de patrimónios e ativos do mundo. É o centro regional preferido de algumas das instituições bancárias mais conceituadas do mundo, incluindo Barclays, Citibank, HSBC e Standard Chartered, que operam coletivamente 85 agências na cidade, ao passo que as gigantes do cartão de crédito Visa e MasterCard também têm sede no Dubai.

Encontre o seu Dubai – Empresas

O Dubai é uma cidade onde a inovação está no DNA, a capacitação é a norma, os diálogos são globais e os horizontes se expandem a cada dia.

Um mercado para crescimento inexplorado

No Médio Oriente, África e Sul da Ásia, 86%, 66% e 46% dos adultos, respetivamente, não têm contas bancárias tradicionais. No Sul da Ásia, apenas 55% dos homens e 37% das mulheres têm contas bancárias. Em particular, os jovens acham difícil aceder aos serviços bancários. Na África Subsaariana, os jovens detêm 2,2 mil milhões de USD em poupanças, e metade desse valor é mantida por pessoas que vivem com menos de 2 USD por dia. O uso de smartphones está a aumentar, com 33% da população da África Subsaariana a usar os dispositivos, e espera-se que duplique até 2025.

Oportunidades para fintech
Este ambiente é um terreno fértil para investimentos em fintech, que cresceram 66% na região MENA entre 2014 e 2019. Com os seus investimentos claros em IA e tecnologia, o Dubai está idealmente posicionado para beneficiar-se da explosão de fintech.

Oportunidades para investidores e capitalistas de risco

O Dubai abriga o maior número de investidores e capitalistas de risco da região. Plataformas de crowdfunding e produtos de portfólio de custo mais baixo abriram investimentos e estão a dar aos cidadãos de rendimento médio e médio-baixo a capacidade de se tornarem investidores. O crescimento na oferta de crédito, o crescente interesse em equidade privada e um aumento no capital de risco também estão a ajudar a impulsionar o crescimento no mercado intermédio.

 

Os VC sediados no Dubai também estão a contribuir para o aumento de fintech: Wamda Capital, fundada em 2014 e um dos VC mais ativos nos EAU, investiu 17,4 milhões de USD no site de comparação de produtos financeiros YallaCompare, e também lançou um fundo de 100 milhões de USD chamado WamdaX; e a BECO Capital ampliou a sua exposição à FinTech, investindo 3,5 milhões de USD no site de comparação de seguros Bayzat.

Fintech avançado

À medida que a tecnologia está a transformar a forma como as transações financeiras são proporcionadas e concluídas, o Dubai está a assumir a liderança no setor de fintech da região, com uma grande variedade de startups a estabelecer operações na cidade. Somente no Médio Oriente e no Norte da África, as startups de fintech levantaram mais de 100 milhões de USD em financiamento na última década.  

 

Com o Dubai hoje sendo reconhecido como um dos dez maiores centros de fintech do mundo e o número um na região, o DIFC está a liderar o ecossistema de inovação da cidade e está bem posicionado para impulsionar o crescimento. Uma dessas iniciativas é uma Licença de Inovação de baixo custo. Oferecida a facilitadores de tecnologia, serve empresas que se enquadram na FinTech, RegTech, InsureTech; e outras PME interessadas em desenvolver ou testar produtos novos, invulgares ou inovadores.

Um setor com enorme potencial de crescimento, com um valor que apenas nos EAU deve chegar a 27,2 mil milhões de USD em 2020.

Um setor com enorme potencial de crescimento, com um valor que apenas nos EAU deve chegar a 27,2 mil milhões de USD em 2020.

Comércio eletrónico

O setor de comércio eletrónico do Dubai está com um enorme potencial de crescimento, com um valor que se estima que atinja 27,2 mil milhões de USD em 2020, apenas nos EAU. Uma série de reformas e medidas governamentais para estimular o crescimento devem levar o produto interno bruto dos EAU a ultrapassar a marca de 500 mil milhões USD nos próximos anos.

The Entertainer

O The Entertainer foi fundado em 2001 como uma forma de oferecer negócios dois por um em refeições, tratamentos em spa e entretenimento. Agora é uma app que oferece ofertas de mais de 10.000 comerciantes em todo o Médio Oriente, Europa, Ásia e África

IA e robótica

A cidade ficou em primeiro lugar globalmente na atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para IA e robótica, relatando 21,6 mil milhões de USD em transferências de tecnologia de ponta entre 2015 e 2018; a maior parte proveniente da União Europeia e dos EUA — 5,7 mil milhões de USD e 3,9 mil milhões de USD, respetivamente. Com o seu próprio foco em atrair investimentos em tecnologia, incluindo robótica e IA, o Duba está idealmente posicionado no coração da região para liderar a revolução de fintech e blockchain.

O futuro de um governo movido a blockchain

O Dubai oferece inúmeras oportunidades para quem deseja investir. A região do Médio Oriente, África e Sul da Ásia (MEASA) é o lar de mais de três mil milhões de pessoas, com conectividade móvel cada vez maior e níveis crescentes de comércio e investimento. A MEASA está a exigir serviços financeiros cada vez mais abrangentes e sofisticados, o que representa uma oportunidade para empresas inovadoras no setor financeiro.

À medida que o comércio e o investimento aumentam, também haverá um mercado crescente para bancos de venda a grosso e mercados de capitais. Isso reforça o lugar do Dubai no mapa como o centro de facto entre todos os principais mercados da região, e é por isso que mais de 350 mil milhões de USD em fluxos comerciais passam por Dubai todos os anos.

Artigos e informações mais recentes

Dubai para investidores

Explore o cenário de investimentos do Dubai

Mantenha-se atualizado

Receba as últimas notícias sobre o setor de turismo no Dubai

Todas as informações fornecidas serão tratadas de acordo com a nossa Política de Privacidade.