Isto agora pertence às suas Escolhas Principais!

Inicie sessão ou crie uma conta para guardar os seus favoritos e receber recomendações personalizadas.

Iniciar sessãoRegistar-te

Faça login para curtir

Faça login ou registre-se para curtir este conteúdo

Conecte-seRegistre-se

deserto

Chamada para o selvagem: vida selvagem do deserto do Dubai

Mon, August 24, 2020

Desde gazelas graciosas ao majestoso órix, mantenha-se atento a estes moradores quando se aventurar no deserto.

Desde gazelas graciosas ao majestoso órix, mantenha-se atento a estes moradores quando se aventurar no deserto.

1

Órix

Com os seus chifres direitos e compridos e com uma forma distintiva, o órix árabe (Oryx Leucoryx) faz uma declaração majestosa contra as dunas de areia dourada. Considerado extinto nos anos 60, este animal foi salvo seguindo adequados programas de criação e reintroduções no seu habitat natural. O avistamento de órix é comum na Dubai Desert Conservation Reserve e ainda no deserto próximo de Bab Al Shams, onde várias estações de alimentação foram construídas. Apesar de os animais terem a tendência de manter-se dentro da área restrita, são conhecidos por vaguear livremente durante a época de inverno.

Nome árabe: Al maha
Sabia? A pele branca de um órix adulto reflete a luz quente do sol, enquanto as crias nascem com pele cor de areia para afastar os predadores.

2

Gazelas

Duas espécies deste gracioso mamífero prevalecem nos EAU: a gazela da montanha (Gazella gazella), que é principalmente encontrada nas áreas montanhosas e em terrenos de gravilha, e a sua prima, a gazela do deserto árabe ou gazela Reem (Gazella subgutturosa), que foi reintroduzida no selva nas últimas duas décadas. A gazela da montanha mais ágil consegue atingir velocidades de até 65 km/h em alturas de perigo e é altamente territorial, marcando a sua área com uma secreção tipo cera. A gazela Reem é considerada vulnerável e está nas listas de animais em perigos de extinção; está extinta em outras partes da Arábia.

Nome árabe: Al gazal al reem (gazela do deserto); Al gazal al jabali (gazela da montanha)
Sabia? As gazelas Reem fêmeas não têm chifres, ao contrário de outras de outras espécies.

3

Pássaros

No seio de centenas de espécies de pássaros no deserto, existe a rara abetarda-moura asiática (Chlamydotis macqueenii), também conhecida como Abetarda MacQueen. Os observadores de aves localizaram esta ave migratória próxima dos Lagos Al Qudra, que são locais com água no deserto Seih Al Salaam. Os lagos são a casa de uns incríveis 170 tipos de espécies de pássaros, incluindo algumas espécies que estão na lista de espécies vulneráveis e em perigo de extinção. Além disso, os adequadamente chamados lagos de Swan, Flamingo e Duck (Cisne, Flamingo e Pato) dão as boas-vindas aos seus homónimos e ainda a várias outras espécies de pássaros migratórios e residentes.

Sabia? A abetarda-moura pode sobreviver sem beber água. Absorve todas as suas necessidades de água da comida que come, permitindo-lhe sobreviver na maioria dos climas áridos.

4

Lagartixas e lagartos

O deserto está repleto de répteis, incluindo lagartos, lagartixas e sapos. O lagarto de cauda espinhosa (Uromastyx aegyptia leptien), conhecido localmente como dhub, é o mais predominante e é altamente adequado ao ambiente do deserto. Estes rastejantes são capazes de sobreviver com pouca vegetação por meses e são conhecidos por viverem até 80 anos. Também presente está o Wonder Gecko, um dos maiores da sua espécie, com distintivos olhos refletores.

Nome árabe: dhub (lagarto de cauda espinhosa)
Sabia? A carne de dhub é considerada uma iguaria entre algumas comunidades do Golfo.

Tópicos relacionados

Mantenha-se atualizado

Receba as mais recentes atualizações sobre o que fazer no Dubai

Todas as informações fornecidas serão tratadas de acordo com a nossa Política de Privacidade.