Isto agora pertence às suas Escolhas Principais!

Inicie sessão ou crie uma conta para guardar os seus favoritos e receber recomendações personalizadas.

Iniciar sessãoRegistar-te

Cultura e património locais

Descubra a calorosa hospitalidade, o rico património culinário e as tradições orgulhosas que compõem a vibrante cultura do Dubai.

Saltar para a secção

Roupas típicas dos Emirados

Com cerca de 200 nacionalidades representadas no Dubai, a moda pode ser incrivelmente variada – contudo, o traje tradicional dos EUA é ousado e distinto. Pode vê-lo por toda a cidade.

 

O traje nacional dos Emirados é um símbolo de orgulho e identidade que foi projetado com a dupla intenção de proporcionar conforto e aderir às crenças religiosas.No Dubai, os homens vestem uma peça larga pelos tornozelos, feita de algodão branco, conhecida como kandora ou dishdasha. Um ghutrah cobre a cabeça e é mantido no lugar pelo agal, um tipo de cordão preto. Esta peça foi originalmente usada para proteger o rosto do clima árido do deserto


Tradicionalmente, as mulheres no Dubai usam uma abaya – um longo casaco preto sobre as suas roupas. É usado sobre as roupas ocidentais ou sobre um vestido tradicional de mangas compridas, conhecido como jalabeya. Um lenço preto chamado shayla é frequentemente colocado sobre a cabeça. 

Comida típica dos Emirados

Sabe a difeença entre karak e chebab? Consegue distinguir o lugaimat do labneh? Embora Dubai seja conhecida por opções gastronómicas incríveis, a culinária local dos Emirados é um mundo à parte. Descubra os muitos restaurantes nos Emirados e experimente os deliciosos pratos servidos.  Aqui está uma lista de pratos locais para dar água na boca.

 

Camelo: servido de várias maneiras – geralmente com arroz ou transformado em hambúrgueres.


Tâmaras: frutas deliciosas e doces, muitas vezes recheadas com outras delícias, como nozes.


Fouga deyayum prato de arroz com frango grelhado marinado em especiarias dos Emirados.


Gahwacafé árabe tradicional, geralmente servido numa cafeteira 'dallah'.


Harees: trigo cozido, trincado ou moído, misturado com carne e temperado.


Kabsa: arroz basmati e carne, com infusão de açafrão, noz-moscada e outras especiarias.


Karak chaium chá de especiarias mistas originário do subcontinente indiano.


Luqaimat: bolinhos doces e pegajosos, regados com xarope de tâmaras.


Shorbat adasuma deliciosa sopa de lentilhas delicadamente temperada – frequentemente um primeiro prato.


Shuwaacordeiro cozido lentamente, nozes tostadas, passas e arroz – também conhecido como 'ouzi'

Hospitalidade e etiqueta

‘Hasan al-diyafa’ (o que conhecemos como 'hospitalidade') é uma parte intrínseca do estilo de vida beduíno que remonta às tradições davida no deserto. Muitos também consideram que as crenças religiosas e a homenagem aos convidados andam de mãos dadas – e estes costumes estão muito vivos no Dubai. Vamos explicar os básicos.

 

Marhaba: a palavra árabe para bem-vindo, usada ao entrar na casa de alguém.


Salaam alaykum: “a paz esteja consigo” – a que responde “walaykum salaam”.


Gahwa: aos hóspedes costuma-se servir café árabe antes das refeições. Lembre-se de entregar o seu copo vazio com a mão direita.


Modéstia: está de visita a uma casa local? Considere vestir roupas largas e compridas que cubram o seu corpo. Tipicamente os sapatos têm de ser deixados à porta.


Nariz com nariz: nos EAU, muitos homens tocam o nariz ou dão um beijinho na bochecha quando se encontram. Não se espera que os visitantes sigam a tradição.


Os majlis: muitas casas têm uma sala de receção reservada para ocasiões especiais ou convidados divertidos. Normalmente tem assentos e almofadas baixos, que remontam à vida em tendas.


Mãos e pés: Os homens apertam as mãos de todos os presentes, mas lembre-se de que algumas mulheres podem não querer apertar as mãos. Quando se sentar, apontar os pés para alguém pode ser considerado ofensivo.


Jantaras refeições noturnas normalmente são servidas numa travessa enorme e redonda – esteja preparado para usar as mãos!


Artes e artesanato tradicionais

As artes tradicionais ainda são comumente praticadas no Dubai e ao redor do emirado. Muitos exemplos podem ser encontrados nas boutiques em redor d bairro histórico Al Fahidi, com iterações artísticas modernas, frequentemente exibidas em várias galerias naAlserkal Avenue.

 

Caligrafia: A escrita em árabe é o segundo sistema mais utilizado em todo o mundo. Esta maneira decorativa de escrever é conhecida como khatt,que deriva da palavra 'linha', 'design' ou 'construção'.


Henna: Originalmente usada por noivas em toda a região para trazer boa sorte ao casamento, a arte corporal do henna continua a ser um tratamento de beleza popular no Dubai até hoje.


Perfumaria: O mundo árabe é conhecido por fragrâncias ousadas e muitas marcas de perfume modernas combinam aromas de base tradicionais com uma infinidade de odores modernos. Visite Al Shindagha Museum para descobrir tudo sobre a arte da perfumaria. 


Olaria: As pessoas trabalham com argila desde o terceiro milénio a.C. Além de vasos decorativos e recipientes de incenso, os vasos de barro permanecem altamente eficazes para arrefecer a água potável.


Tecelagem: Cintos, selas, tendas, cestas e muito mais. A técnica de tecelagem tradicional conhecida como Al Sadu usava lã de cabra ou ovelha ou pelo de camelo para criar uma variedade de itens essenciais.


Comemorações e festividades 

Dança:Os visitantes podem ter a sorte de ver homens alinhados numa fileira a dançar o Ayyala, segurando finas bengalas de bambu e movimentando-se em sincronia com um ritmo percussivo. Outras formas de dança incluem Razfa, que geralmente envolve recitar versos de poesia e manusear outros objetos, como punhais ou espingardas.

 

Poesia: As formas de poesia nos EAU foram influenciadas de perto e de longe, com muitos poetas notáveis originários dos emirados. Muitos poemas são imortalizados num estilo caligráfico, que lhes dá vida com visuais impressionantes e a poesia de Nabati é um elemento-chave o património dos Emirados.

 

EidEid Al Fitr e Eid Al Adha (ambos frequentemente abreviados como "Eid") são importantes feriados religiosos nos EAU e para muçulmanos em todo o mundo. Durante este período, enfatiza-se a convivência com a família, oferecendo cumprimentos especiais ao eid e caridade aos pobres e necessitados.

 

Ramadão: O nono mês do calendário islâmico é uma época dedicada à luta pela pureza e uma maior consciência sobre Deus. Para adultos saudáveis, isso envolve o jejum desde o amanhecer – após a refeição suhour – até ao anoitecer, quando as pessoas quebram o jejum com uma refeição noturna, conhecida como iftar.

 

Casamentos: Antigamente era tradição que os casamentos fossem realizados dentro de uma casa de família, decorada com bandeiras. As celebrações demoravam cerca de três dias e era preparado um banquete. Atualmente, é provável que uma festa de casamento seja realizada numa sala de banquetes num hotel ou espaço de eventos, com celebrações discretas para convidados masculinos e femininos.


Música
: A música tem sido historicamente ligada à poesia, com tradições como Al Shila e Al Wana a combinar música e versos. Em termos de música moderna, o Dubai agora tem um cenário musical próspero que inclui artistas locais a tocar em cafés locais e superestrelas internacionais que esgotam arenas e salas de concerto por toda a cidade.

Comece sua aventura

Se ver é crer, por que não olhar mais de perto?

Sobre o Dubai

Sendo o lar de três milhões de pessoas, descubra como o Dubai se transformou numa metrópole moderna ensolarada.

Bairros no Dubai

Cada distrito conta uma história – prepare-se para explorar todos os destaques da dinâmica cidade do Dubai.

Mantenha-se atualizado

Receba as mais recentes atualizações sobre o que fazer no Dubai

Todas as informações fornecidas serão tratadas de acordo com a nossa Política de Privacidade.