Vida de um beduíno

logo image
Vida de um beduíno https://www.visitdubai.com/pt/articles/life-of-a-bedouin-al-marmoom 20190812T194033 20190924T001407:637048808475026474 Herança e cultura

Beduínos (ou Bedawi em árabe) são os moradores mais antigos dos desertos da Arábia, um grupo semi-nómada de habitantes do deserto que atravessavam as areias.

Beduínos (ou Bedawi em árabe) são os moradores mais antigos dos desertos da Arábia, um grupo semi-nómada de habitantes do deserto que atravessavam as areias.

Beduíno | بدوي
substantivo
um árabe nómada do deserto.


O Dubai pode ser mais conhecido pelos seus arranha-céus cintilantes, mas a cidade também tem uma história fascinante que se estende desde a Idade do Ferro até aos tempos dos antigos navegantes. No entanto, são os beduínos que mais despertam a curiosidade no mundo exterior. Esses nómadas habitantes de deserto foram tema de livros e filmes intermináveis, mas quem eram eles e como sobreviveram?


Beduínos (ou Bedawi em árabe) são os moradores mais antigos dos desertos da Arábia, um grupo semi-nómada de habitantes do deserto que atravessavam as areias.

Estas pessoas são conhecidas pela sua desenvoltura e hospitalidade, tendo sobrevivido às duras condições climáticas e do meio ambiente em que se encontravam.

As tribos estavam sempre em movimento e viajavam milhares de quilómetros pelas areias usando apenas o sol e as estrelas para navegação.

beduíno em al marmoom
Eles não usavam nenhum instrumento para a direção, mas o nascer e o pôr do sol indicavam o leste e o oeste, enquanto as estrelas marcavam o norte. A inclinação das dunas de areia esculpidas pelos ventos dominantes oferecia um novo sentido de direção.

Um beduíno também era um rastreador experiente e podia distinguir os passos de humanos e animais na areia, identificando se estes pertenciam a homem, menino, mulher ou menina.


Sobrevivência no deserto


O deserto árido, o clima quente e seco e a escassez de recursos hídricos e naturais forçaram os beduínos a depender de tudo a que tinham acesso para sobreviver.

Apesar disso, levavam uma vida de orgulho e simplicidade no deserto e tratavam o ambiente com respeito. Tudo ao seu redor era usado para a vida quotidiana - as árvores de ghaf forneciam sombra e abrigo, enquanto a madeira e as plantas do deserto eram usadas para fazer casas. Os

camelos eram parte integral da sua sobrevivência. Estes animais utilitários, conhecidos como os "navios do deserto", eram um meio de transporte, uma fonte de alimento e um símbolo de riqueza. O couro de camelo era usado para fazer tendas, sapatos e roupas quentes (necessário nos meses mais frios de inverno), enquanto o pelo do camelo era tecido em tapetes.

camelo em al marmoom
O leite de camelo, cheio de nutrientes, era usado para fazer iogurte ou manteiga clarificada, e em ocasiões de celebração, como casamentos, a carne de camelo era servida como uma iguaria. A

falcoaria é outra tradição impregnada da história beduína.

Os beduínos descobriram que a velocidade, o poder e a destreza de um falcão eram muito maiores do que os de uma bala quando se tratava de caça. E eles procuraram fazer destas aves uma ferramenta de caça indispensável.

falcoaria em al marmoom
Um processo meticuloso de domar e treinar transforma um falcão selvagem num caçador de lebres, pássaros e outras presas. O vínculo entre um falcoeiro e o seu pássaro é cultivado durante semanas, nas quais o pássaro torna-se dependente do seu dono para se alimentar e fica acostumado com a sua voz.


Cultura e tradições


Os beduínos são uma raça extremamente orgulhosa e seguem um forte código de honra. Eles são conhecidos pela sua lealdade, primeiro com as suas famílias imediatas, depois com os seus clãs e tribos.

Em tempos passados, cada membro da família contribuía para a vida familiar. Os homens tinham a tarefa de caçar, negociar e proteger a tribo, enquanto as mulheres administravam a casa, preparavam refeições e criavam as crianças.

cultura beduína no dubai
Também são conhecidos pela sua hospitalidade e natureza acolhedora - um traço também observado na vida moderna dos Emirados. Os hóspedes eram acolhidos com o maior respeito, e provavelmente eram recebidos com comida (como carneiro cozido inteiro e servido com arroz ou pão), tâmaras e café.

Esta tradição continua até hoje, e não é incomum ver hotéis e escritórios oferecerem tâmaras e café nas áreas de receção.

Descubra que vida selvagem habita no deserto, além de seguir o nosso guia de coisas para fazer nas dunas. Se está interessado no passado do Dubai, por que não visitar Saruq Al Hadid, um museu que descobriu relíquias da Idade do Ferro.

667
banner image
Portuguese Dubai Corporation of Tourism & Commerce Marketing

Faça download agora

Flight search button
Adultos (18+) Members 16+ anos Crianças (0-17) Traverller Number 0-15 aos
CONCLUÍDO
Hotel search button
Também é capaz de gostar
Bulgari Resort and Residences Dubai compras, refeições, relaxar
Bulgari Resort and Residences Dubai
Reserve a sua estadia chique neste novo hotel de designer
Souk Naif Souks no Dubai
Souk Naif
Um paraíso para caçadores de lembranças
Dubai Opera Dança e artes cénicas no Dubai
Dubai Opera
Assista a um espetáculo de classe mundial
Souk Al Fahidi Souks no Dubai
Souk Al Fahidi
Pechinchas de souk sem a agitação e confusão
Sunset Beach Praias
Sunset Beach
Aprecie as paisagens de sonho do Burj Al Arab
Top